O Papa e a maldade da imprensa



Hoje fomos tomados por uma enxurrada de reportagens sobre um suposto discurso do Papa Francisco a respeito de uma lei que envolve pessoas homossexuais. E mais uma vez se faz tão oportuno o adágio: “Uma mentira repetida mil vezes continuará sendo mentira”. Uma tradução fajuta e um toque generoso de maldade foi o bastante para criar centenas de reportagens com conteúdo adulterado e gerar uma destrambelhada comoção.


Não é a primeira vez que tentam colocar palavras na Boca do Papa Francisco, talvez isso seja mais um sintoma da decepção de grupos que esperava um Papa que promovesse a sua a agenda e abandonasse tudo aquilo que para eles é “retrogrado”. Parece que criaram um papa no papel que muito se assemelha ao que eles pensam, mas que não se confunde com o Papa da realidade.


No dito documentário é muito clara a fala do Santo Padre: “Os homossexuais têm direito a estar em família, são filhos de Deus. Não se pode expulsar uma pessoa de sua família ou tornar a vida impossível para ela. O que temos que fazer é uma lei de convivência civil, para serem protegidos legalmente”.

Não há sequer contexto para união civil, o texto fala de acolhida, ou seja, que a família deve acolher o homossexual e não o excluir. A lei que o Papa sugere é uma lei de proteção a essas pessoas que são abandonadas pelas famílias, sofrem violência e até são expulsas de casa. Em alguns países é possível excluir os filhos da herança deixando-os desamparados. Traduzir "lei de convivência civil" por "lei de união civil" é pura maldade. E lá vem mais uma vez um antigo provérbio nos ensinar: “todo tradutor é um traidor” e nesse caso traiu a muitos.


O papa fala de caridade cristã para quem está num momento muito difícil da vida. Infelizmente a imprensa não foi nada caridosa com o papa e mais vez, tentou incluí-lo nos seus projetos mesquinhos. E também muitos de nós católicos devemos fazer um “mea culpa” quando tantas vezes criticamos o Santo Padre antes mesmo de escutá-lo. As vezes parece que seguimos o lobo e não o pastor.

Deixo abaixo o vídeo em questão para quem quiser tirar suas próprias conclusões. Alerto que quem traduziu para o inglês fez maldade. Deixei assim para que se note o erro e vejam como é prozida uma mentira.


1,629 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© Copyright 2020  |  In Veritatem  |  Todos os direitos reservados

Quem procura a verdade busca a Deus
Logo_InVeritatem-01.png
  • Facebook
  • YouTube