Como fazer a "lectio Divina"?

Atualizado: 8 de Nov de 2019




A palavra de Deus — sempre atual — nos diz: "nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus" (Cf. Lc 4, 4). Assim como nos alimentamos fisicamente, também devemos nos alimentar espiritualmente. Assim como alimentamos nosso corpo, devemos alimentar também nossa alma. E uma forma de fazer da Palavra de Deus um alimento (espiritual) diário e a chamada "Lectio Divina" (leitura divina), é a Leitura Orante da Bíblia. É uma forma de orar com as Sagradas Escrituras para alimentar nossa vida espiritual.


É a Palavra de Deus que nos dará forças para superar os momentos difíceis, vencer as tentações e produzir em nós os frutos necessários para a nossa salvação.


A "Lectio Divina" pode ser feita em 4 passos: Leitura, Meditação, Oração e Contemplação. E para bem fazê-la é preciso, antes de tudo, num momento reservado, com o texto Sagrado já escolhido com antecedência, começar invocando o Espírito Santo; Ele é o autor das Sagradas Escrituras, foi Ele quem inspirou os hagiógrafos (autores humanos da Bíblia) e ninguém melhor do que o Espírito para nós guiar. Pode-se começar rezando:


"Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos: Ó Deus que instruíste os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos da sua consolação. Por Cristo Senhor Nosso. Amém."


Depois, vamos ao primeiro passo:


Leitura (o que Deus fala?):

É o momento de passar os olhos sobre o texto Sagrado com insistência, prestando bastante atenção ao que está sendo lido. Ao ler é preciso fazer na memória uma espécie de resumo ou, pelo menos, lembrar de alguma frase que mais chamou atenção, e isso não acontecerá numa leitura desatenta. Se a pessoa ler e não lembrar o que leu, logo a pessoa não leu. Por isso é preciso ler repetidas vezes.


Meditação (o que Deus fala para mim?):

É o momento de fazer algo parecido com o que acontece no processo digestivo da vaca: ruminar. A vaca e outros animais ruminantes tem a capacidade de mastigar e engolir várias vezes; come, regurgita para a boca, onde o alimento é novamente mastigado e ingerido, agora em pedaços pequenos. É o que faremos com a Palavra de Deus, considerando os mínimos detalhes, que são muito importantes. É preciso prestar bastante atenção ao que Deus fala. E para isso pode-se fazer algumas perguntas, como: "o que Deus quer me falar através desse texto? O que posso fazer para ser uma pessoa melhor, cumprindo em minha vida este ensinamento?..." Enfim, a meditação é a cogitação frequente a fim de entender as verdades que Jesus quer nos mostrar.


Oração (o que eu falo para Deus?):

É o momento de responder ao Deus que "me fala". Para que haja uma conversa é preciso a existência de — pelo menos — dois, um que fala e outro que ouve (e vice-versa). Deus nos amou por primeiro (Cf. I Jo 4, 19) e nos fala por primeiro, e exige de nós uma resposta. Nossa resposta a Deus é a oração.


Contemplação:

É o momento de apreciar a presença do Senhor. É um profundo silêncio no qual admiramos a Palavra e a Presença de Deus. Não há o que falar, não há o que fazer, mas a presença é tão importante que nós não queremos sair apressados. E ficamos mais alguns instantes, deixando que as palavras do Senhor ecoem no mais íntimo do nosso ser.

Para melhor explicar, podemos usar a imagem dos namorados ou apaixonados: quando duas pessoas no momento do namoro — apaixonadas — faltam as palavras, e ficam apenas os olhares que se entrecruzam. Essa troca de olhares — sem palavras — é a contemplação. Ou uma tarde na praia depois de muito se divertir, cansada, a pessoa se percebe olhando o pôr do sol — sem palavras. A contemplação é quando não há palavras, mas queremos aproveitar a presença do Senhor que foi invocado e que nós falou (Leitura) e falou "para mim" (Meditação), o qual "respondi" (Oração) e agora "quero" aproveitar a presença (Contemplação).


Eis os passos da "Lectio Divina", que é importante que seja feita todos os dias para que os seus efeitos sejam produzidos em nossa alma. Pois a fé vem da Palavra de Deus e "o justo vive pela fé" (Rm 1, 17).

81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© Copyright 2020  |  In Veritatem  |  Todos os direitos reservados

Quem procura a verdade busca a Deus
Logo_InVeritatem-01.png
  • Facebook
  • YouTube