A santificação em tempos pandêmicos

Por que as revoluções, as guerras, epidemias e pandemias, as grandes desgraças sociais? Por que as perseguições, a opressão de países fracos, o triunfo da brutalidade? Por que os flagelos públicos, os lutos das famílias, as hecatombes de vidas humanas, as lágrimas das mães?


Como vê pouco a razão humana! Existem almas superiores, muito numerosas talvez, que serão purificadas e santificadas por essas provações, assim como há almas que, sem passarem por essas provações, jamais se salvariam. O mundo inteiro não vale uma única alma. Para suscitar um só ato de amor a mais, mesmo que seja de uma pequena alma desconhecida em qualquer parte, Deus permitiria abalos terríveis.

Mas a alma que se abandonou a Ele não pode perder nunca a coragem. Aprendeu a esquecer-se de si mesma e a confiar no seu Mestre. Então, em breve as trevas se dissipam, volta a calma, o caminho se torna plano e o divino Guia caminha outra vez a seu lado. Ele queria ensiná-la a dar-se sem reservas e a deixar-lhe por inteiro o cuidado da sua santificação.

Deus é o soberano Senhor de todas as coisas.


Trecho do livro: O dom de si

Autor: Joseph Schrijvers


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo